A grande maioria dos praticantes de mergulho está sempre procurando otimizar seu nível de consumo de ar.

O mergulhador que desejar melhorar o seu consumo de ar poderá seguir algumas dicas para mergulho que auxiliarão nesses momentos. Confira:

1- Praticar de exercícios físicos com regularidade:
A atividade física é benéfica para todo o corpo, mas no caso específico dos mergulhadores, atuará na questão da respiração, que ficará menos ofegante durante o mergulho. Isso se deve ao fato dos batimentos cardíacos permanecerem menos acelerados, facilitando com que o praticante economize oxigênio.

2- Controle da respiração:
Tão importante quanto a prática de atividades físicas de modo regular é exercer o controle sobre o modo como se respira. Uma das maneiras de se conseguir isso é através da inspiração do ar durante cerca de 3 segundos, sem que se encha completamente o pulmão de ar, seguido de uma lenta expiração, que pode durar até 12 segundos.

3- Mergulhar Relaxadamente :
Fazer movimentos mais lentos, batendo a nadadeira devagar é um modo de se poupar oxigênio. Se for necessário fazer algum movimento mais rápido, intercale com outros mais suaves para que não haja desperdício de oxigênio.

4- Evitar utilização das mãos:
Procurar utilizar as nadadeiras é sempre melhor do que nadar com as mãos. A menos que seja extremamente necessário, deve-se evitar o emprego manual, já que pode haver um consumo excessivo de energia e também de oxigênio. Reserve as mãos para momentos em que haja a necessidade de se transpor correntezas ou situações do gênero.

5- Optar por equipamentos próprios e de qualidade:
Uma das dicas para mergulho mais valiosas refere-se ao fato do mergulhador possuir seus próprios itens quando for mergulhar. Quando os mergulhadores alugam  equipamentos de mergulho , por exemplo, estes podem não ser de uma boa qualidade, comprometendo o desempenho ao longo da prática. Isso também vale para roupas de mergulho  e outros acessórios indispensáveis. Além disso, o praticante poderá sentir algum desconforto por estar utilizando algo que não foi devidamente ajustado, o que acarretará em um maior consumo de ar.

6- Evitar lastro em excesso :
Quem carrega excesso de peso durante os mergulhos poderá sentir algumas dificuldades ao longo da prática, gerando gasto maior de oxigênio. Alguns praticantes poderão até mesmo passar a nadar de maneira inclinada, ocasionando grande esforço, algo que gera grande consumo de ar. O peso excessivo também requer que se encha o colete com mais oxigênio, a fim de que se consiga ficar neutro.

7- Utilizar Roupa de Mergulho adequada:
A roupa de mergulho scuba  deve ser escolhida da maneira mais correta possível, sem que fique larga no corpo do mergulhador e com a espessura correta para a temperatura de água . Este cuidado é imprescindível, já que na água o corpo costuma perder calor de modo muito mais veloz. Assim sendo, ao perder calor há um grande gasto energético, que se reflete num maior consumo de oxigênio.

8- Optar por equipamentos compactos:
Essa dica vale até mesmo para a questão da segurança de quem pratica mergulho. Escolher equipamentos mais compactos, como os coletes de mergulho scubapro litehawk e o colete Cressi Patrol  é uma maneira de se evitar que haja arrasto, grande responsável pelo consumo de oxigênio.

9- Alimentação ;

Evitar consumo de álcool ou alimentos em excesso que irão interferir negativamente no mergulho .

Siga nossas redes sociais: